O Poder da Mente

HighPerformance_FindTheChange

O que a mente quer, o corpo alcança!

Apesar de neste contexto habitualmente falarmos  do pensamento positivo para atingirmos os nossos objectivos de treino, podemos aplicar esses princípios a qualquer área da nossa vida, incluindo o trabalho, relacionamentos, auto-imagem, e a sua saúde. O poder da mente afectar a nossa saúde física já tem sido bastante abordado, mas será que existem provas?

Bom, os psicólogos nos EUA descobriram recentemente que as pessoas que têm uma atitude positiva perante o envelhecimento, vivem em média 7 anos e meio a mais do que os que só vêem o lado negro da questão.

É evidente que o poder do pensamento pode ter uma grande influência nas nossas vidas, para o melhor ou para o pior. Todos mantemos um diálogo interior constante, ou conversa connosco próprios, que pode alternar do positivo para o negativo, e vice-versa. Muitas vezes escolhemos o caminho negro, dizendo a nós próprios que vamos falhar ou que nada vai correr bem. Isto impede-nos de olhar para futuros eventos em feliz antecipação, e podemos até atrair a coisa que mais tememos.

Essa voz interior negativa não só nos pode impedir de alcançarmos o optimismo de tentar agarrar o nosso potencial, como também pode afectar a nossa saúde. Uma pesquisa no Canadá levada a cabo por mais de 30 anos revela que os pacientes que esperam que uma operação corra bem recuperam mais rapidamente do que os que têm uma atitude pessimista.

Vou deixar-vos algumas dicas para tornarem mais conscientes gestos e pensamentos simples que podem, efectivamente, fazer grande diferença no dia-a-dia.

Assumir o controlo

Então, como é que mudamos as nossas atitudes para usar o potencial benéfico da mente? O primeiro passo é ficar atento à natureza do nosso diálogo interior.

Os psicólogos acreditam que a pessoa média vivencia entre 20 000 e  60 000 pensamentos por dia. Nenhum desses pensamentos é neutro; ou são positivos ou negativos, e vão reforçar-se dia após dia.

Caso seja uma das pessoas que acha sempre que o copo está meio vazio em vez de meio cheio, deve fazer uma alteração para um diálogo interior positivo que descreva a sua vida como gostaria que ela fosse. Uma boa forma de começar a reprogramar o seu diálogo interior é repetir afirmações positivas. Torne-as realistas, para que as possa dizer com sinceridade, e faça-as no tempo presente. Em vez de dizer «daqui a seis meses vou estar tão em forma que consigo acabar uma maratona», diga «todos os dias estou mais em forma e forte».

Vai aumentar grandemente as suas hipóteses de sucesso, se acreditar a 100% que vai atingir essa meta, mas também vai ter um objectivo realista e atingível, que é desafiante para si, mas não impossível.

No entanto, é importante lembrar que o pensamento positivo não vai afastar como por magia todas as coisas más, e não vai fazer o seu treino por si! No entanto, vai ajudá-lo a manter o programa e a obter os resultados que pretende.

Acabar com os rótulos negativos

Recrie os seus pensamentos alterando a forma como se vê e como se descreve às outras pessoas. Por exemplo, ao dizer «Sou estúpido», com o tempo vai tornar isso parte da sua identidade. Em vez disso, pense mais em como pode alterar o seu comportamento. Pode por vezes fazer coisas estúpidas, mas ninguém é sábio o tempo todo. Perdoe-se pelos erros e pense nas conquistas que podem equilibrar isso.

Uma abordagem positiva pode afectar a linguagem corporal, tornando a sua postura, forma de andar e os seus gestos mais fortes e poderosos, em vez de hesitantes.

Abraçar o Desafio

Todos temos sonhos e ambições sobre como gostaríamos que a nossa vida fosse, mas muitas vezes, quando consideramos transformá-los em realidade, ficamos assoberbados. É frequente convencermo-nos das muitas razões porque não devemos tentar: por exemplo, não temos tempo, ou estamos em baixo de forma, ou o dinheiro está curto. O que provavelmente queremos dizer é que temos medo de falhar, ou apenas apreensivos por entrar no desconhecido.

Saber como dar o primeiro passo ao encontro de um desafio é o que separa os que atingem com êxito os seus objectivos dos que não conseguem. Com a atitude certa e técnicas simples, qualquer um de nós pode realizar as mudanças que pretende, e trabalhar na direcção dos seus sonhos; só é preciso prática e coragem. Como a actriz Ruth Gordon disse um dia, «A coragem é muito importante. Como um músculo, fortalece com o uso».

Definir metas

Muitos de nós partem para o exercício com grande entusiasmo e ficam em forma, perdem peso, ou alcançam outras formas de conquistas pessoais. Primeiro dedicamo-nos e andamos motivados, mas depois a nossa determinação começa a esmorecer. Podemos falhar um treino, e quando isso acontece é muito fácil faltar a outro. Talvez o melhor seja sucumbir diante de uma enorme fatia de bolo de chocolate e depois pensar que voltámos à estaca zero, por isso mais vale aproveitar e parar um bocado.

Definir objectivos finais e esperar alcancá-los num salto gigante e indeterminado, é preparar-se para falhar. Em vez disso, se o seu objectivo final é participar numa maratona, o primeiro passo é perguntar-se quão em forma fisicamente pretende ficar, qual o tempo final que vai cronometrar e se tem de fazer alterações na sua dieta. Seja claro quanto ao seu objectivo e apaixonado em tentar alcançá-lo.

Meditar de pé

Muitas vezes referimo-nos à meditação como um acto de mindfulness – ou seja, focamos a mente num único ponto ou actividade no momento presente. A maioria das pessoas presume que para meditar é preciso sentarmos no chão de pernas cruzadas e os olhos fechados, mas também é possível, senão mais fácil, meditar ao caminhar. Na verdade, caminhar com a consciência no momento presente é uma forma fantástica de passar tempo a caminhar sozinho e pode trazer grandes benefícios emocionais e físicos.

Prontos para mudar de atitude? Mãos e pés à obra? Corações ao alto!

Let’s go!

Fotografia: Nuno M. Sousa

 

 

 

Anúncios

Um pensamento sobre “O Poder da Mente”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s