Yôga e resistência

backbend

Atletas de resistência estão constantemente num esforço para encontrar o equilíbrio adequado dentro dos seus corpos para que eles possam continuar a progredir nos treinos. Lesões e desgaste mental podem inibir a capacidade do atleta para treinar e progredir de maneira consistente, resultando numa perda de tempo preciosa para a melhoria da performance.

Atletas que vão desde o triatleta iniciante, ciclista profissional, ao ultra-maratonista estão a voltar-se para o yôga para compensar estes desafios, equilibrando a força, flexibilidade e destreza mental.

Benefícios físicos

Atletas de endurance passam a maior parte do seu tempo nos movimentos para a frente. Corredores e ciclistas impulsionam o corpo para a frente através do recrutamento dos flexores do quadril, quadríceps, isquiotibiais, glúteos e core abdominal. Nadadores impulsionam o corpo para a frente através do movimento repetitivo de girar os ombros, utilizando os músculos peitorais, trapézio e grande dorsal e core abdominal. A natureza repetitiva destes desportos colocam o corpo em risco de desequilíbrios musculares, o que poderia, eventualmente, resultar em ferimentos. O yôga de alta-performance incentiva um indivíduo a utilizar ambos os grupos musculares superficiais e profundos, resultando num equilíbrio adequado entre força e flexibilidade. Consciência corporal e equilíbrio geral podem melhorar com uma melhor noção de como o corpo se move no espaço, uma habilidade importante para ter uma técnica apropriada em qualquer desporto.

Benefícios mentais

Um componente importante tanto para treino quanto para competição, que muitas vezes pode ser esquecido, é o componente mental do desporto. Os desportos de resistência exigem uma quantidade incrível de foco, persistência, paciência e adaptabilidade. Um atleta pode estar na melhor forma da sua vida, mas se no dia da corrida a sua cabeça não está, o seu corpo muito menos. A prática de yôga melhora o foco mental, utilizando tanto a respiração quanto o corpo como âncoras para a mente. O praticante torna-se mais consciente dos seus próprios pensamentos a partir do momento em que consegue estar totalmente presente com o seu corpo e respiração. O yôga ensina o indivíduo a manter a calma, o foco e respirar para tudo o que aparecer à sua frente, e os atletas podem certamente levar essas habilidades com eles no seu desporto quando as coisas ficam difíceis.

Especificamente para os atletas é importante encontrar um estilo de yôga que o incentiva a utilizar a força para melhorar a sua flexibilidade. A maneira mais segura para levar o corpo numa gama mais intensa do movimento é apoiado através da força e / ou técnicas físicas adequadas.

Atletas em particular, devem apoiar quaisquer alongamentos mais severos com força, já que podem haver desequilíbrios musculares resultantes da natureza repetitiva do desporto.

Para tudo existe um tempo e uma hora.

Para o treino, existe disciplina, entrega e persistência.

Os resultados chegam.

Só precisamos de foco e muita dedicação.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s